Criar Coleções

Nova versão do Tainacan

Em 2018 o Tainacan passou por uma grande transformação, seu código foi re-escrito e o software passou a ser desenvolvido em duas dimensões compatíveis com o WordPress, um plugin para a interface administrativa do repositório e um tema para visualização do acervo, utilização de filtros e demais funcionalidades.

Para saber mais informações e consultar a documentação do novo Tainacan acesse o site do Tainacan.

O plug-in do novo Tainacan já está disponível no repositório do WordPress e pode ser baixado diretamente do Painel Administrativo do seu site.

O novo Tainacan possui um importador nativo de coleções existentes em versões anteriores do software (desenvolvido até a versão 0.8.5).


Uma vez obtendo acesso à ferramenta torna-se possível a criação de coleções a partir do menu, clicando no item Coleção, este menu apresenta três submenus, que são, respectivamente: mostrar coleções, criar coleção e importar coleção.

48. Menu - Coleções 48. Menu - Coleções

Em criar coleção é possível ainda adicionar submenus que se referem a criação de uma coleção a partir de um template pré-determinado.

49. Criar Coleções 49. Criar Coleções

1. Após clicar sobre o menu de criação de coleção será aberto um pop-up onde será possível preencher o nome da coleção e dar continuidade a sua configuração.

50. Importar Coleção 50. Importar Coleção

2. É possível fazer a importação de uma coleção que se encontra em outro repositório do Tainacan, tendo esse arquivo de importação a extensão de dados do próprio Tainacan.

A próxima etapa consiste em nomear sua coleção partindo para configurações específicas que irão ser apresentadas com os itens adicionados, algumas dessas configurações são metadados, filtros, categorias, imagem e imagem de capa da coleção.


1. Configurações

Após nomear a coleção, o usuário será redirecionado para a página de configurações, ao topo da página estará o menu da imagem abaixo que está dividido em cinco etapas, que fazem parte das configurações da coleção. Na aba configurações temos os seguintes parâmetros:

51. Menu Configurações de Coleção 51. Menu Configurações de Coleção

1. Nome da Coleção:

É possível alterar o nome que foi utilizado em primeiro momento.

2. Descrição da Coleção:

Uma pequena descrição do usuário a respeito de sua coleção.

3. Habilitar Cabeçalho:

Permite o uso de uma miniatura e de uma imagem como capa da coleção, caso se mantenha desabilitada está opção, não serão apresentadas imagens no cabeçalho.

4. Miniatura da Coleção:

Trata-se de uma imagem que pode ser atribuída a coleção, proporcionando uma distinção visual entre as coleções, inserindo o usuário/visitante ao tema da coleção.

5. Capa da coleção:

Imagem a escolha do usuário que será utilizada como capa de fundo da coleção. Pode ser utilizado para se obter uma identidade visual mais forte na coleção assim como para aspectos estéticos.

6. Configurações Avançadas:

As coleções contam com algumas configurações adicionais predefinidas que podem ser acessadas alteradas pelo usuário, na parte inferior das configurações. Sendo essas configurações opcionais.

6.1 Endereço da Coleção:

Dá a possibilidade de se utilizar um endereço personalizado para a coleção.

6.2 Privacidade da Coleção:

A coleção pode ser definida como pública (todos tem acesso) ou privada.

6.3 Coleção Pai:

Define se a coleção que está sendo criada está ligada de forma hierárquica a alguma outra, sendo uma sub-coleção ou a mesma é a coleção principal carregando configurações gerais que serão replicadas em outras coleções.

6.4 Hierarquia da Coleção:

Define se a coleção atual herdará as configurações da coleção raiz ou de uma outra coleção.

6.5 Controle de Downloads:

Exibe três possibilidades de download para itens da coleção, além da possibilidade de gerar uma marca d’ água para ser adicionada as imagens no download.

6.6 Mudar proprietário da coleção:

Possibilita buscar um usuário membro do repositório e inseri-lo como proprietário da coleção.

6.7 Tipo de Moderação:

Define como os itens de uma coleção serão moderados, caso haja participação externa. A moderação se divide em Aprovação por moderador e Aprovação democrática (por maioria).

6.8 Moderadores da Coleção:

Dá a possibilidade ao dono da coleção dar o privilégio a determinados usuários de moderar a coleção e seus itens.

6.9 Permissões:

Gama de configurações onde o dono da coleção pode permitir permissões para diferentes usuários que forem fazer uso de sua coleção, sendo moderadores, membros cadastrados ou pessoas que não tem cadastro.

Importante: A partir do item 5 são tratadas as configurações avançadas da coleção


2. Categorias

Temos então a criação de categorias para a coleção.

52. Menu Categorias de Coleção 52. Menu Categorias de Coleção

53. Campo Categorias de Coleção 53. Campo Categorias de Coleção

1. Área para criação de categorias:

Esta área possibilita a criação de categorias de forma intuitiva, bastando dar um clique duplo e escrever o nome da categoria desejada.

2. Configurações das categorias:

Neste item existem algumas opções como a de adicionar uma subcategoria, além de ser possível manipular a ordem das categorias apenas clicando no nome criado e acionando algumas das funções desse item.

3. Importação de Taxonomia:

Este item possibilita a importação de uma taxonomia em formato xml.


3.Metadados e Filtros

54. Campo Metadados e Filtros 54. Campo Metadados e Filtros

Partimos para o segundo item de configuração que se trata dos metadados da coleção.

55. Configuração de Metadados da Coleção 55. Configuração de Metadados da Coleção

1. Coluna de Filtros:

Essa coluna armazena todos os metadados que serão utilizados como filtro dentro da coleção, os metadados utilizados podem ser arrastados da coluna 2 para a 1 e serem configurados de acordo com as necessidades do usuário.

2. Abas

Este item apresenta a possibilidade de criação de novas abas, essas abas servem como forma de organização dos metadados ou filtros, dessa forma abas específicas serão responsáveis por armazenar filtros/metadados diferentes.

3. Coluna de Metadados:

Por padrão o Tainacan traz alguns metadados predefinidos, que são apresentados em todas as coleções, sendo esses os primeiros metadados com que o usuário terá contato.

3.1

Ao clicar em edição é possível alterar o rótulo de metadados que são fixos no repositório como é o caso do título, descrição.

4. Adicionar Metadados:

Este item possibilita a adição de diferentes tipos de metadados a coleção, sanando as necessidades do usuário em termos de metadados em vários aspectos.

55. Adicionar Metadado 55. Adicionar Metadado

4.1 Texto:

Adiciona um metadado do tipo texto que é preenchido a partir de uma caixa de texto, na adição do item.

4.2 Texto Longo:

Assim como o metadado de texto se trata de um item de preenchimento, no entanto, nesse caso pode ser exemplificado como um item de “descrição” ou informações que precisam de mais espaço de texto.

4.3 Data:

Metadado de data, onde existe a necessidade de definição de uma data para o item.

4.4 Numérico:

Metadado de representação numérica, como quantidade.

4.5 Auto-incremento:

Este metadado traz um campo de autopreenchimento que serve como um contador de itens.

4.6 Relacionamento:

Este tipo de metadado gera um relacionamento entre itens, um bom exemplo é o caso de um item ser um livro e outro o autor, esse campo consegue fazer a ligação entre esses dois itens.

4.7 Categoria:

Permite a adição de metadados do tipo “Categoria” que ficam atrelados a coleção, esses metadados aparecem no formulário de preenchimento do item, servindo também como filtro caso seja necessário.

4.8 Votações:

Adiciona um metadado de votação aos itens da coleção, podendo servir também como filtro para a coleção, como filtro de itens mais votados.

4.9 Compostas:

Dá a possibilidade de condensar diferentes metadados em um único.

Além dos metadados apresentados, na coluna a esquerda é possível definir um filtro adicional (figura abaixo), que diz respeito ao ranking de colaboração, este filtro irá apresentar na coluna a esquerda dentro da coleção os usuários que mais colaboraram com itens.

56. Adicionar Filtro 56. Adicionar Filtro

É possível, caso necessário, ocultar um metadado da coleção ao clicar no ícone o qual mudará de cor o que representa que o metadado não aparecerá no formulário de cadastro do item, como representado na figura abaixo.

57. Metadado habilitado 57. Metadado habilitado

58. Metadado oculto 58. Metadado oculto


3.1 – Adicionar Metadados: Telas

Todas as telas de adição de metadados, tem suas particularidades de acordo com o tipo de metadado que será adicionado, existindo apenas uma configuração que se mantêm, que diz respeito a adição do metadado como filtro ou não, onde o usuário pode escolher o tipo de filtro que será atribuído ao metadado, esse filtro também pode ter alguma variação de acordo com o metadado escolhido.

Abaixo é possível observar a tela de adição de metadados de texto, que segue um padrão de configurações onde o usuário deve adicionar o Nome do Metadado, o Valor Padrão, um Texto de Ajuda que auxiliará no preenchimento do campo, dando instruções de como o mesmo deve ser preenchido a obrigatoriedade ou não do preenchimento desse campo na adição de um item e, por fim, a utilização do metadado como filtro ou não.

59.1 Tela de criação de um metadado de texto (Parte 1 - superior) 59.1 Tela de criação de um metadado de texto (Parte 1 - superior)

Definir o metadado como obrigatório fará com que seja impossível concluir a adição de um novo item sem antes preenchê-lo. Os campos obrigatórios são marcados com o indicador ao lado do nome do mesmo, como mostrado na figura acima. Na figura abaixo, por sua vez, observa-se que o campo está preenchido com o valor padrão definido no momento da criação e com texto de ajuda também definido no momento da criação do metadado.

60. Campo para informar o valor de um metadado de texto 60. Campo para informar o valor de um metadado de texto

1

Definir um valor padrão para o metadado fará com que, no momento informar o campo do metadado ao adicionar um item, o valor padrão aparecerá já preenchendo o campo. Caso deseje, o usuário pode apagar e informar outro valor para o campo. A figura mostra o exemplo do campo Resumo preenchido com o valor Resumo não disponível no momento.

2

Definir um texto de ajuda fará que, quando o usuário passar o mouse sobre a figura de interrogação no canto direito do campo, apareça o texto definido na criação edição do metadado.

59.2 Tela de criação de um metadado de texto (Parte 2 - Inferior) 59.2 Tela de criação de um metadado de texto (Parte 2 - Inferior)

Em boa parte dos metadados adicionados são apresentados três tipos de filtros diferentes. Campo de Busca com Preenchimento Automático, árvore e nuvem de Tags, como será mostrado na próxima seção.


3.2. Desvendando os Filtros

Como mencionado anteriormente o Tainacan traz uma gama de filtros que podem ser implementados em uma coleção. Listaremos todos aqui e explicaremos um a um.

1. Campo de busca com preenchimento automático:

Trata-se de campos no qual o usuário pode filtrar os resultados a partir de uma frase ou sentença que esteja nos itens.

61. Campo de busca com preenchimento automático 61. Campo de busca com preenchimento automático

2. Árvore:

O filtro do tipo árvore traz uma configuração onde o usuário pode escolher a cor que o filtro irá ter, por fim sendo demonstrado como uma árvore de categorias e subcategorias que servem como filtro.

62. Filtro tipo árvore 62. Filtro tipo árvore

63. Filtro tipo árvore 63. Filtro tipo árvore

3. Seleção Múltipla:

Possibilita a seleção de diferentes itens de um filtro.

64. Seleção Múltipla 64. Seleção Múltipla

4. Nuvem de Tags:

Cria uma nuvem palavras tagsque podem ser filtradas de forma a se buscar itens que contenham essas palavras.

5. De/Até:

Define um período de tempo o qual os itens podem ser filtrados, sendo um metadado bastante abrangente.

65. Período de Tempo 65. Período de Tempo

6. Faixa:

Filtro relativo a uma faixa de tempo predeterminada nos itens.

7. Radio:

Permite a seleção de apenas uma das opções apresentadas.

66. Rádio: Seleção de apenas uma das opções apresentadas 66. Rádio: Seleção de apenas uma das opções apresentadas


4. Layout da Coleção

67. Menu Layout 67. Menu Layout

68. Opções Menu Layout 68. Opções Menu Layout

As configurações de layout são aplicadas aos itens da coleção, de forma a ordená-los de acordo com as necessidades do dono da coleção, essa ordenação pode ser feita de diferentes formas, tendo o Tainacan configurações predefinidas, que podem ser alteradas ao se fazer uso de metadados para a ordenação dos itens de uma coleção.

É importante lembrar que todas essas configurações podem ser alteradas pelo visitante ou usuário da coleção ao acessar os itens, isso porque no topo de cada coleção existe a opção de ajustar a forma de ordenação de acordo com aquilo que se procura.

1. Coluna de Configurações:

Aqui é possível definir o estilo da coleção, em relação as cores, ordenação, forma de listagem, além de estilos voltados a visualização e submissão da coleção.

É importante destacar que a alteração de cores não é possível diretamente na coleção, apenas nas configurações. Em relação à listagem de item, existem seis formas de listagem distintas. Todas essas configurações serão tratadas mais à frente no manual.

A última configuração do item 1, altera as propriedades do botão Adicionar da coleção que por padrão apresenta quatro possibilidades de envio para os itens, aqui é possível desabilitar todos ou apenas os necessários as necessidades da coleção.

2. Estilo de visualização do item:

Possibilita definir duas opções de estilo, uma focada na mídia e a segunda opção focada no metadado que apresenta o item em abas.

3. Estilo de visualização do formulário:

Possibilita definir duas opções de estilo, uma focada na mídia e a segunda opção focada no metadado que apresenta o preenchimento em abas.

4. Pré-visualização:

Apresenta de forma simples as cores aplicadas na coleção.